BLOG MOMENTOS DECISIVOS


O que são ruídos na comunicação e como evitá-los

SOAP Apresentações Profissionais
507 views
ruídos na comunicação

A eficácia da comunicação é afetada pela quantidade de ruído existente no canal de comunicação. O termo ruídos na comunicação se refere a qualquer elemento – interno ou externo – que possa interferir no processo de comunicação entre um falante e um ouvinte (emissor e receptor).

O ruído interno inclui os ruídos psicológico e semântico. Já o ruído externo geralmente está relacionado ao ambiente físico (ruído físico) e ao estado fisiológico do falante ou do ouvinte (ruído fisiológico). Esses quatro tipos de ruído podem interromper o processo de comunicação a qualquer momento.

A comunicação eficaz é de grande importância em uma organização empresarial, pois fornece as informações desejadas em tempo hábil e com precisão para desenvolver o entendimento e o bom relacionamento entre os membros das equipes e as áreas. Com isso, os esforços para alcançar os objetivos da empresa podem ser feitos em conjunto de forma eficaz e eficiente.

Tipos de ruídos na comunicação

Os ruídos na comunicação podem ser de quatro tipos e estão listados abaixo.

1. Ruído Físico

O ruído físico é a interferência externa ao falante e ao ouvinte, causando uma dificuldade na transmissão física da mensagem ou sinal.

Exemplos de ruído físico:

  • outras pessoas conversando no ambiente;
  • telefone tocando;
  • música de fundo;
  • zumbido do computador, ar condicionado ou um zumbido vindo do bocal da lâmpada;
  • barulho alto na vizinhança enquanto você está em uma videochamada.

2. Ruído Fisiológico

As barreiras fisiológicas de comunicação ocorrem devido à condição física do falante ou do ouvinte que pode interferir na efetividade da comunicação e no recebimento das mensagens de maneira clara e precisa.

O ruído fisiológico pode ser uma deficiência física, disfunção sensorial e outras disfunções físicas.

Exemplos de ruído fisiológico:

  • fome;
  • fadiga;
  • dores de cabeça ou muscular;
  • falar muito rápido ou muito devagar;
  • cegueira;
  • efeitos fisiológicos de medicamentos que afetam a maneira como o indivíduo pensa ou sente.

3. Ruído Psicológico

O ruído psicológico refere-se às qualidades pessoais que afetam nossa maneira de nos comunicar e interpretar os outros.

Exemplos de ruído psicológico:

  • a preocupação com um problema pode deixar um colaborador desatento em uma reunião de equipe;
  • sarcasmo;
  • emoções, como raiva, tristeza e alegria;
  • sentimentos defensivos e preconceitos podem interferir na comunicação;
  • indivíduos com problemas psicológicos, como doenças mentais graves, podem ter problemas para comunicar seus próprios pensamentos ou entender os outros.

4. Ruído Semântico

O ruído semântico é a interferência criada quando o falante usa uma linguagem que tem significado diferente para o ouvinte. Ou seja, o falante e o ouvinte têm interpretações diferentes do significado de certas palavras.

Por exemplo, quando você participa de um evento corporativo no qual o palestrante usa termos desconhecidos, você não entende o sentido geral das frases. Isso acontece com frequência nas áreas de direito, saúde e tecnologia, que exigem que os ouvintes tenham conhecimento avançado do conteúdo abordado.

Exemplos de ruído semântico:

  • uso de jargões e regionalismos;
  • uso de termos muito técnicos.

Entre os tipos de ruídos na comunicação, a semântica é considerada por alguns especialistas como a mais importante, pois se o ouvinte não entende o significado de algumas palavras ou expressões, como ele compreenderá a mensagem?

Por que é necessário evitar os ruídos na comunicação

A comunicação eficaz nos negócios é fundamental para alcançar o sucesso, pois acontece diariamente entre colaboradores, clientes, potenciais clientes, varejistas e outras partes interessadas externas.

É preciso evitar as barreiras na comunicação porque é por meio desta que indivíduos e grupos se entendem, têm um bom relacionamento e atingem os objetivos da empresa.

Identificar e evitar os ruídos na comunicação auxilia as empresas a comunicar sua mensagem com efetividade e a melhorar seu desempenho.

Os ruídos na comunicação podem causar muitos resultados negativos, como:

  • insatisfação dos clientes;
  • aumento de erros nos processos;
  • dificuldade na gestão;
  • diminuição na produtividade;
  • treinamentos inadequados;
  • distorção nas mensagens.

Ações que podem resolver o ruído na comunicação

Como visto, os ruídos na comunicação trazem sérios impactos às empresas. Abaixo separamos algumas ações capazes de ajudar a resolver essa questão.

  • Criação de padrões de comunicação/processo.
  • Uso de ferramentas de comunicação interna.
  • Documentação correta das mensagens.
  • Realização de reuniões de alinhamento de equipe.
  • Treinamento de equipe.
  • Implementação de tecnologias de telefonia.
  • Desenvolvimento de programas introdutórios de treinamento em comunicação: auxilia os colaboradores com barreiras interpessoais, perceptivas e emocionais a superar seus desafios de comunicação.
  • Aulas introdutórias de idioma e cultura: ajudam os colaboradores que enfrentam barreiras culturais e de idioma.
  • Criação de um espaço aberto ou instalação de bancos no corredor: incentivo para os colaboradores a saírem de suas salas para se comunicarem sem ruídos físicos (distância).
  • Comunicação das ideias com clareza: antes de se dirigir aos colaboradores em uma reunião, o líder deve analisar a mensagem que ele deseja passar. O propósito da comunicação deve ser bem claro. A linguagem, o conteúdo e o tom da mensagem devem ser ajustados de acordo com a situação para que ela seja compreendida pelos ouvintes.
  • Ser um bom ouvinte: muitos problemas e ruídos podem ser evitados em uma conversa em que ambas as partes prestam atenção uma na outra.
  • Garantir feedback: o falante deve incentivar os ouvintes a se comunicarem. Ao invés de perguntar se a mensagem foi compreendida, é melhor perguntar as opiniões dos colaboradores sobre o que foi apresentado. Dessa forma, todos se envolverão na conversa e será possível ver o interesse do ouvinte sobre o assunto.
  • Valorização do lazer fora do trabalho: manter o bom humor e a cordialidade dentro da empresa é importante para se ter uma boa comunicação interna. Colaboradores felizes se tornam profissionais mais engajados e mais bem preparados.

Evitar os ruídos na comunicação é essencial para o bom desempenho da empresa. Quando eles são evitados, é possível obter um ambiente de trabalho mais saudável, reduzir custos, prevenir conflitos internos e externos, entre outros benefícios.

Quer saber mais sobre o assunto? Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos exclusivos em primeira mão diretamente em seu e-mail!