PPT? Keynote? Prezi? Flipchart? Ou vídeo? O que é melhor para a minha apresentação?

SOAP Apresentações Profissionais - 13/07/2016

Já ouvimos quem defendesse que o Keynote é melhor que o PowerPoint porque tem “umas animações mais bacanas”.

 

Que o Prezi é melhor que o Keynote porque tem “uns efeitos de zoom in e zoom out irados”.

 

Que o Flipchart é melhor que qualquer uma dessas ferramentas digitais porque permite que você “desenhe o seu gráfico de pizza enquanto fala sobre os números” (se não acredita, veja o vídeo aqui ).

 

Que é melhor usar o PPT mesmo, pois é o formato mais aceito no mundo.

 

Ou que é melhor esquecer tudo isso e pôr lá um vídeo rodando durante a apresentação mesmo!

 

Afinal de contas, qual é a melhor ferramenta para a sua apresentação? Se veio a esse post procurando uma resposta definitiva, vai se frustrar. Pois a verdade é que não há uma ferramenta melhor que a outra. Todas possuem suas limitações.

 

E é possível, inclusive, combinar todas elas em uma mesma apresentação.

 

A questão é: o que você precisa fazer?

 

Então vamos entender como utilizar a ferramenta mais adequada para o que você precisa em cinco momentos decisivos:

 

1) “Preciso improvisar!”

Se vai desenvolver uma dinâmica com interação, coletar respostas na hora, desenhar algo que te veio à mente naquele momento, atribuir tarefas, enfim, qualquer coisa sujeita ao improviso, sem dúvida, o flipchart ou o quadro branco ainda possuem o seu valor, mesmo que, aos poucos, possam ser substituídos por lousas digitais.

 

Ainda assim, a lógica continuará sendo a mesma. Isso se o Sway não nos desmentir em breve. Aliás, já viu o vídeo sobre essa nova ferramenta da Microsoft?

 

PowerPoint, Prezi, Keynote, demandam um planejamento e uma construção prévia. Mas podem te ajudar dando um pano de fundo para a sua atividade de improviso (que não deixará de também ser planejada), preferencialmente com imagens para suporte visual e pouco texto.

 

E por falar nisso…

 

2) “Preciso impactar visualmente!”

Qualquer umas das ferramentas permite o uso de imagens para valorizar as mensagens e ser complementar à sua fala. A diferença está em como compor as imagens e animá-las.

 

PowerPoint e Keynote possuem uma mecânica similar, onde você consegue compor elementos em uma tela e animá-los.

 

Já o Prezi é limitado a dois tipos de animações: os “zoom in” e “zoom out” característicos das transições dos frames e apenas uma possibilidade de animação de entrada dos objetos, uma espécie de “aparecer”.

 

O impacto visual se dá mais pela ideia de uma construção da narrativa em mapa mental, não-linear, onde camadas de ideias vão se abrindo.

 

3) “Preciso mostrar casos!”

Já para o caso de se mostrar casos, a não-linearidade da apresentação pode ser um elemento a favor. De qualquer forma, você vai precisar estruturar um roteiro com início, meio e fim, mesmo utilizando o Prezi.

 

A diferença estará no momento em que você precisará trazer um exemplo. No caso de uma apresentação de prospecção, como cada empresa possui um perfil, o Prezi te possibilita de uma forma mais prática, sem precisar sair da ferramenta, abrir um caso que você julgue ter mais afinidade com o perfil daquela audiência.

 

Mas e se….

 

4) “Preciso enviar a apresentação por e-mail!”

O Prezi, como outras ferramentas de apresentação na nuvem comentadas nesse post aqui, permite um compartilhamento on-line simples. Vale lembrar que o SlideShare é também uma ótima plataforma para isso, só não permite subir o arquivo com animação.

 

No entanto, e se a pessoa precisa assistir essa apresentação off-line ou mesmo imprimi-la?

 

Keynote e PowerPoint são mais recomendados nesses casos. Vale ressaltar que é importante ter uma versão própria para envio, onde você não tenha recursos visuais e de animação que possam tornar o arquivo demasiadamente pesado.

 

No caso do Keynote, se sua apresentação tiver vídeos, eles precisam ser apagados, pois são incorporados ao tamanho final do arquivo, o que não acontece com o PowerPoint.

 

Por falar em vídeos….

 

5) “Preciso emocionar!”

Vídeos são, em nossa opinião, a ferramenta de apresentação autoexplicativa mais efetiva que existe.

 

Se tiver que enviar algo, por que não o link para o seu vídeo, ou mesmo o próprio vídeo em formato mais comprimido?

 

Sendo algo curto, em torno de 1 minuto, vale a pena, especialmente pelo que você pode explorar em termos de narrativa, se o que você precisa é emocionar.

 

Mas e se o assunto é técnico? Uma narrativa bem construída em vídeo, traz uma conexão emocional enquanto deixa a explicação técnica mais palatável. Quer ver um exemplo? Clique aqui!

 

Além disso, se você quer levar um material autoexplicativo para um stand em Feira de Negócios, o vídeo pode ser uma ferramenta de atração de fluxo. Se, nesse caso, não tiver áudio para competir com o usual ruído das conversas nesses ambientes.

 

Quer saber mais como aproveitar ao máximo as ferramentas a favor de sua próxima apresentação? Conheça nosso novo treinamento, o SOAP Slides. O Anderson, designer da SOAP e um dos responsáveis por esse treinamento, baterá um papo via Hangout com o Olavo dia 31/08. Em breve disponibilizaremos o link para você se inscrever!

 

Você também pode gostar de:

Receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba materiais gratuitos e os posts mais visitados em seu e-mail.

Qual é seu nome?


Qual é e-mail?


Materiais Gratuitos

Disponibilizamos uma serie de materiais para ajudá-lo a criar apresentações no estado da arte.

SOAP Treinamentos

Cursos de comunicação corporativa para você.