BLOG MOMENTOS DECISIVOS


Princípios do Storytelling em discursos – Obama

SOAP Apresentações Profissionais
2.126 views

Uma das maneiras mais eficazes de melhorar o nível das suas performances como apresentador é observar como os grandes apresentadores o fazem. Desta forma podemos aplicar estas boas práticas aos nossos futuros discursos.

Foi por isso que decidimos analisar um dos discursos de Obama, até hoje aclamado como um dos melhores oradores do mundo.
Entre tantos realizados, escolhemos o de tomada de posse em 2013, o qual os princípios de Storytelling, que a SOAP tanto defende, ficam bastante evidentes.
Se você quiser dar uma olhada no discurso todo, de 20 minutos, é só clicar aqui.

 

OK, vamos então partir para a análise:

O discurso é dividido em 3 partes ou atos totalmente diferentes, assim como qualquer boa história, peça de teatro ou filme:

 

ATO I: Together

Neste primeiro ato, o discurso do Presidente centra-se no passado. As palavras utilizadas nesta parte fazem o público sentir-se conectado ao Presidente e a todos os outros membros da audiência: ” “Together we determined”, “Together we discovered”, “Together we resolved”.” Obama garante que todos os membros do público estão ao mesmo nível apresentando-lhes o cenário do qual todos eles partem.

 

 

ATO II: We, the people

No segundo ato, ou na segunda parte do discurso, o Presidente foca nos desafios presentes, começando cada frase com: “”We, the people understand”, “believe”, “know”. É também neste segundo ato, que o discurso do Presidente atinge o seu clímax, quando ele decide contar a história de uma menina e, pela primeira vez (e única em todo o discurso) Obama não fala sobre o “nós”, mas sim sobre o “ela”.

 

Com esta história de um minuto, ele apela aos sentimentos de todos na plateia, fazendo com que cada uma das pessoas na audiência estremeça e se emocione.

 

Os aplausos do público com entusiasmo demonstram a força desta pequena história.

 

 

ATO III: Our journey is not complete until

Finalmente, no terceiro ato, o Presidente remete para o futuro com frases que começam todas com: Our journey is not complete until – e aqui Obama refere-se a todas as principais minorias, – mulheres, gays, imigrantes e crianças. Todas as pessoas pertencentes a estes grupos sentiram-se amadas e tiveram esperança num futuro melhor.

 

No encerramento de seu discurso as palavras finais foram: “let us answer the call of history and carry into an uncertain future that precious light of freedom”. Estas últimas palavras, assim como todo o discurso nesta última parte, são um call-to-action para todos na plateia.

 

 

“Their journey is not complete so they all must act together to “carry into an uncertain future that precious light of freedom”.

O Presidente apelou a cada pessoa, na audiência, e cada uma delas se sentiu parte de um elo maior, sentindo-se parte de um país que conta com cada uma delas para construir um futuro melhor.

 

Na sua próxima apresentação, aplique estes mesmos princípios: •

      • Crie ou recorde uma história que o ajude a transmitir a sua mensagem principal. •
      • Divida o seu discurso em três partes diferentes (introdução, desenvolvimento e conclusão). •
      • Na segunda parte, garanta que exista um clímax. Um ponto de maior interesse para todos. •
      • Tenha um call-to-action forte na conclusão, de modo que todos sintam que têm de adotar a sua ideia, comprar o seu produto ou aderir às suas novas regras. •
      • E por último, mas não menos importante, certifique-se que toca os sentimentos de todos na audiência.

    Quer saber mais sobre narrativas e storytelling?
    Baixe gratuitamente a análise minuciosa de um dos filmes mais vistos de 2019! 👇
    ! Alerta de spoiler !