Manifesto pelo Direito ao Erro

SOAP Apresentações Profissionais - 11/07/2016

1946. Era uma tarde chuvosa de setembro. Dois gênios do Século XX apertaram as mãos e firmaram uma parceria. Decidiram produzir, juntos, um filme surrealista (nos moldes de Fantasia) sobre os sentimentos adultos. Ok. Admito. Não sei se era tarde, não sei se era setembro. Provavelmente não chovia. Só quis dar um clima. Mas, juro!, o resto é verdade. Fizeram esboços e começaram o roteiro. A mescla do abuso imagético de Salvador Dalí com a exuberância cinematográfica de Walt Disney. O nome da obra? Destino. Checklist! Gênios, ok. Experiência, ok. Ideia Bacana, ok. Resultado: um fracasso. O projeto recebeu investimentos pesados, mas, sujeito à baixa receptividade de mercado, não foi finalizado. Virou dívida, um boleto a mais na pilha de contas d´água. “Ah, se ele conseguiu, também posso!”.

 

Vivemos buscando inspiração nas vitórias dos outros. Acho uma técnica meio perigosa. Não importa quantos gols o Ronaldinho Gaúcho faça, continuarei sendo perna-de-pau. Sugiro que, ao contrário, busquemos inspiração nas falhas alheias! Se até Walt Disney e Salvador Dalí já erraram, poxa, posso me dar o direito de fazer umas burradas. Por exemplo, a burrada de escrever isso em um blog que meu chefe lê 🙂 Errar é para quem tenta.

 

O estudo de Wilhelm Rontgen sobre raios catódicos deu errado. Mas, nessa, inventou o Raio-X. Um alemão desavisado comeu, na pressa, comida podre. Hoje o Queijo Rockford custa R$45,00 o quilo. Alexander Fleming saiu de férias e esqueceu a pesquisa sobre a mesa. Quantas vidas a penicilina já salvou? A PFizer queria um remédio para dor no peito. Mas, droga, tinha efeitos colaterais! Provocava inchaços!

 

Nasceu o Viagra. Como diz o famoso Norberto R. Keppe, “o maior problema do homem não são os erros que comete, mas o seu desejo de ser perfeito”. Portanto relaxe! Erre! Falhe! Não se preocupe, por exemplo, em fingir que conhece o tal Norberto R. Keppe. Ah! E para ninguém ficar babando de frustração… Décadas depois os produtores da Disney encontraram a antiga papelada e resolveram concluir o filme. Destino foi lançado em 2003.

Você também pode gostar de:

Receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba materiais gratuitos e os posts mais visitados em seu e-mail.

Qual é seu nome?


Qual é e-mail?


Materiais Gratuitos

Disponibilizamos uma serie de materiais para ajudá-lo a criar apresentações no estado da arte.

SOAP Treinamentos

Cursos de comunicação corporativa para você.