Dicas para se destacar nas apresentações da faculdade

SOAP Apresentações Profissionais - 12/07/2016

Ao ‘bixo’ com carinho:

Finalmente você venceu. Anos de cursinho, a indecisão sobre qual profissão escolher, a pressão dos pais para decidir o seu futuro. Tudo isso ficou para trás: agora você é universitário! Sabe aquelas festas históricas no estilo “Grande Gatsby”? A meia entrada para aquele festival que custa uma fortuna? Os amigos que você levará para sempre? Sim! Você encontrará tudo isso e muito mais! Porém, faculdade não é só diversão e, como diria o Tio Ben do Homem Aranha, “com grandes poderes, grandes responsabilidades”. Noites mal dormidas, decorar matéria no corredor, faltar às festas de família para estudar. Sim! Você vivenciará tudo isso. E, entre as coisas mais importantes da vida acadêmica, um momento em que você precisa mandar muito bem é durante a apresentação de seus trabalhos. Um trabalho bem apresentado conquista a admiração dos professores, a nota que você precisa e a simpatia dos amigos de classe. Foi por isso que resolvi escrever esse post aterrissando alguns conceitos que utilizamos aqui na SOAP para que você utilize na sua rotina de universitário. Sabemos que no dia-a-dia você não irá dispor de um budget, terá que conciliar os estudos com um estágio e ainda precisará administrar os conflitos dentro do grupo. Tudo isso ficará bem mais simples se for norteado por algumas perguntas básicas e que podem te ajudar nesses momentos decisivos. (Acredite: aquele meio ponto perdido por não ter falado mais alto pode salvar o seu semestre). Antes de abrir o Wikipédia, que tal passar por esses passos?

 

Objetivo

Não me diga que o seu objetivo é ganhar um 10! Do contrário, por que você acha que uma turma inteira irá prestar atenção em você e não no whatsapp? É muito importante que esse seja o seu primeiro passo: ter muito claro o objetivo de sua apresentação. – “Por que eu estou falando isso?”, – “Quem eu quero convencer? Do que?”, – “O que eu quero dividir com esse pessoal?”, – “O que quero que eles pensem, sintam ou façam quando eu terminar?”. Isso vale para a exposição de um plano de mídia na publicidade, defender uma corrente na psicologia, falar sobre a importância de determinado músculo na educação física… e por aí vai!

 

Ambiente

Quantos já se deparam com “Professor, o computador não está lendo o pen drive!” (Acredito que essa seja uma versão moderna de “O cachorro comeu a minha lição de casa!”). É muito importante que você verifique antecipadamente o ambiente de sua apresentação. – Teste o equipamento (áudio, vídeo, luzes etc.); – Faça backup do conteúdo; – Veja se os seus slides conseguem ser lidos mesmo à distância. Fazendo esse checklist anteriormente você irá ganhar tempo, transmitir confiança e não precisará passar por situações constrangedoras que apenas aumentarão o seu nervosismo.

 

Tempo

Sabe aquele amigo do grupo que começa a falar como se não houvesse amanhã? Que entra no detalhe, do detalhe, do detalhe? Que divaga no assunto e todos se perguntam “do que ele está falando?”. O tempo que você tem deve ser muito bem administrado, porque ele irá fazer toda a diferença em manter a atenção da sua audiência. E como você pode fazer isso? Ensaiando, ensaiando, ensaiando… Algumas dicas para esse momento: – Utilize sempre um tempo menor que o disposto para sua apresentação. Por exemplo, se você conta com 20 minutos, tente fazer tudo em 15. Utilizes os outros 5 para apresentar-se, introduzir a sua apresentação, abrir para perguntas etc. – Gaste tempo no que realmente merece destaque. Lembre-se de que você já definiu qual é o objetivo de sua apresentação, agora, você precisa levantar argumentos e fatos que levem a sua audiência a esse objetivo. “Time is Money”. E, nesse caso, nota!

 

Audiência

Quem é o professor com quem vai falar? É o amigão da galera? O que reprova por meio ponto? O que passa um fantástico resumo antes de uma avaliação? Uma dica que sempre funciona é tentar descobrir mais sobre o perfil de sua audiência e tentar incorporar elementos que dialoguem com ela. E como fazer isso? – Antes de sua apresentação, observe o comportamento de sua audiência. – Verifique o contexto em que está inserido e tente utilizar algo do ambiente para ‘quebrar o gelo’ durante a apresentação. – Pesquise os perfis de sua audiência nas redes sociais e utilize ganchos para a sua apresentação. Por exemplo, se você sabe que a sua professora é mãe de garotas, por que não utilizar um gancho com algo relacionado a isso? Ou ainda, se o seu professor já trabalhou em alguma empresa do mercado, tente utilizar algum case relacionado a essa empresa. Você ficará surpreso quando descobrir que aquele professor durão compartilha fotos de gatinho no Facebook…

 

Perfil do apresentador

Por último, pense em você! Faça uma análise sincera do seu perfil e use-a em sua apresentação. Utilize o seu bom humor, o seu jeito questionador, o seu amor pela matéria, o seu relacionamento com os amigos de sala… seja você mesmo! Muitas vezes, o que difere a sua apresentação das demais não são slides bonitos…  e sim você mesmo! Os slides são apenas suporte para o conteúdo que você já estudou e que já está dentro de você! Independente da sua área de formação, é possível inovar, destacar-se e fazer apresentações memoráveis na faculdade. Se você começar a seguir esses passos agora, com certeza estará melhor preparado e desenvolvido para enfrentar uma banca de TCC… mas esse já é outro capítulo.

 

 

Você também pode gostar de:

Receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba materiais gratuitos e os posts mais visitados em seu e-mail.

Qual é seu nome?


Qual é e-mail?


Materiais Gratuitos

Disponibilizamos uma serie de materiais para ajudá-lo a criar apresentações no estado da arte.

SOAP Treinamentos

Cursos de comunicação corporativa para você.