BLOG MOMENTOS DECISIVOS


As cinco soft skills mais desejadas pelas empresas

SOAP Apresentações Profissionais
2.826 views
SOAP As cinco soft skills mais desejadas pelas empresas

Com o avanço tecnológico e a avalanche de informação que chega às pessoas a todo momento, as capacidades técnicas conquistadas em graduações e cursos já não são suficientes para formar um profissional completo. Há habilidades, justamente aquelas que diferenciam os homens das máquinas, que ganharam importância no mundo corporativo.

 

Apesar de o termo soft skill ser contemporâneo, a essência já tem uma raiz bem mais antiga, camuflada no que antes era chamado de “importância das relações interpessoais” e “espírito de liderança”. O que mudou agora é que a necessidade de desenvolver essas capacidades vem aumentando, por conta do uso intenso da tecnologia, seja dentro das empresas ou no dia a dia das pessoas.

 

Mas dentro do universo das soft skills, quais são as mais valorizadas? Há alguma que seja mais desejada pelo RH de grandes companhias? Para ter essas respostas, ouvimos Selma Fernandes, diretora de Recursos Humanos da Infoglobo, Editora Globo e Valor Econômico, e Fabiana Melfi, gerente de Recursos Humanos da Leão Alimentos e Bebidas. Elas listaram para a SOAP as cinco soft skills que mais diferenciam um profissional.

1- Comunicação

Principal destaque de ambas, a comunicação é uma das soft skills mais desejadas em um colaborador (e nós juramos que não influenciamos a resposta! (-;). Devido à velocidade do mercado, a comunicação eficiente e ágil é fundamental para o desenvolvimento do trabalho de toda corporação. No combo da boa comunicação, é necessário ter muito claro o objetivo da mensagem, transmiti-la de forma eficiente, além de ser prático, direto e sucinto. Afinal, profissionais que sabem dialogar para evitar conflitos e solucionar divergências colaboram para um bom ambiente de trabalho.

 

Muito além de ser claro no que você está transmitindo, é fundamental conhecer o seu interlocutor e saber se posicionar diante dele, esses pontos são essenciais para o desenvolvimento do dia a dia e das relações na empresa.”

Fabiana Melfi, gerente de Recursos Humanos da Leão Alimentos e Bebidas

 

“Uma boa comunicação gera autonomia, não precisa daquela figura do gestor que está ali o tempo todo no comando e controle. O formato é horizontal, todos se comunicam em conjunto para um bom trabalho.”

Selma Fernandes, diretora de RH da Infoglobo, Editora Globo e Valor Econômico

2- Resiliência

Competência fundamental para o mundo moderno, no qual lida-se com obstáculos e demandas diferentes a todo momento. Ter a capacidade de tolerar a adversidade é um pré-requisito básico para ter sucesso no ambiente corporativo. Como fazer isso? Domínio emocional! Controlar as emoções é retomar os pensamentos para se concentrar nas suas ações e portanto, pensar em como agir a cada momento e reconhecer o que cada situação desperta em você. Desenvolver essa capacidade é um passo importantíssimo para criar diálogos construtivos, porque ajuda a manter a calma quando o interlocutor disser algo de que você discorda.

 

“Mudanças acontecem o tempo todo, saber dançar conforme a música o diferencia e enriquece no dinamismo do cotidiano.”

Fabiana Melfi, gerente de Recursos Humanos da Leão Alimentos e Bebidas

3- Criatividade

Apesar da dificuldade de mensurar, já que o conceito é ainda mais amplo que as demais soft skills, é uma habilidade essencial para quem quer se destacar. Se, ao falar em criatividade, o seu pensamento foi para a arte ou ideias mais conceituais, acalme-se. Ter criatividade no mundo corporativo é inovar e pensar fora do padrão, ou seja, apresentar soluções originais para resolver os problemas institucionais. Afinal, essa habilidade não está presente em robôs e muito menos a aprendemos nas salas de aula.

 

“Não tem como não citar a criatividade, ela, junto com a resiliência, oferece respostas diferentes diante das necessidades da empresa.”

Selma Fernandes, diretora de RH da Infoglobo, Editora Globo e Valor Econômico

4- Flexibilidade

Se você é muito apegado a cargos ou funções, este é o momento de refletir e buscar o mindset adaptável. Essa característica foi muito citada pelos especialistas como uma habilidade essencial. No mundo ágil, quem não o acompanha fica para trás. Portanto, se adaptar às novas demandas garante o diferencial do colaborador.

 

“O profissional, hoje, precisa ler o cenário, precisa conseguir se adaptar e navegar nele. Se ficar parado, será engolido pelo processo. É o momento de responder rápido às mudanças.”

Selma Fernandes, diretora de RH da Infoglobo, Editora Globo e Valor Econômico

5- Persuasão

Ao contrário do que pensam, persuasão não é impor ideias, mas, sim, saber argumentar a partir da exposição de informações que você transmite. Ser persuasivo abrange três grandes qualidades: confiança no que se diz, domínio e raciocínio lógico para expor as ideias e ter conhecimento de quem é o receptor. O segredo para persuadir é conduzir a expressão da ideia por um caminho que toque e engaje o interlocutor. Habilidade fundamental para o ambiente corporativo entre colegas e principalmente com os clientes.

 

 

Se você encontrou alguma habilidade que não possui, invista no autoconhecimento. Conhecer-se bem é o primeiro passo para conseguir desenvolver o que ainda está oculto. Ao reconhecer a fragilidade, abre-se espaço para buscar aprimoramento de uma característica que já existe, mas não está expandida.