Loading

BLOG MOMENTOS DECISIVOS


Trump e Jong-un: o que o encontro histórico ensinou sobre linguagem corporal

SOAP Comunicação Corporativa
1.444 views

Recentemente, o mundo testemunhou um evento inédito: Donald Trump, presidente dos EUA, e Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, reuniram-se em Cingapura. Foi o primeiro encontro entre os chefes de Estado dos dois países. Na pauta, estavam assuntos de interesse global, como o desmonte nuclear do país asiático, a paz na península coreana e os embargos econômicos.

 

Falando especificamente de comunicação, é de se imaginar a pressão sobre Trump e Jong-un naquele momento decisivo. Embora o clima fosse de conciliação, ambos tinham suas próprias agendas. Cada um pretendia transmitir uma mensagem específica ao outro – e ao mundo, que os acompanhava atento.

 

De acordo com especialistas em linguagem corporal, a comunicação entre os dois líderes foi muito além das palavras. Os gestos e as expressões de Trump e Jong-un demonstraram que ambos procuraram assumir o comando da reunião, mas também expressaram nervosismo.

 

Antes de expressar, é preciso roteirizar

 

O evento ilustra a importância da linguagem corporal em negociações. Porque a arte do convencimento não depende só das palavras que dizemos. Por meio de gestos e expressões, podemos aproximar ou afastar as pessoas com quem estamos interagindo. Além disso, a linguagem corporal permite que orientemos a reunião na direção do objetivo traçado previamente.

 

Na esteira do encontro entre Trump e Jong-un, reunimos algumas dicas para que seu corpo e suas palavras transmitam exatamente a mensagem planejada durante uma negociação.

 

Primeiramente, vale lembrar que a linguagem verbal é conhecida como a racional, sob a qual temos maior controle. Já a não verbal, para quem não pratica, é a linguagem do irracional. Daí vem a importância de tomar consciência sobre o que o corpo expressa. Quanto mais conhecermos a nosso respeito, melhor será, pois não só poderemos controlar a nossa própria linguagem não verbal, como será possível “ler” a linguagem do outro.

 

Este artigo traz outras dicas de treinamento para apresentações profissionais e demais momentos decisivos.

 

Atenção total ao outro

 

Outro fator indispensável para melhorar a linguagem corporal é exercitar a atenção plena logo antes da negociação. Para isso, feche os olhos e concentre-se no seu ciclo respiratório. Procure conectar a sua atenção à sua respiração, depois conte cada inspiração e cada expiração. Deixe que seu pensamento esteja voltado apenas para essa atividade. Feito isto, acrescente um propósito: uma frase que será repetida como um mantra, sempre contando. Por exemplo: “estou preparado”, inspira e expira; “estou preparado”, inspira e expira, e por aí vai.

 

Com isso, você entrará por inteiro no momento decisivo e conseguirá analisar melhor o outro, entendendo o estado emocional dele – se ele está tenso, por exemplo. Ao sentir melhor o encontro, podemos ajustar o discurso (verbal e não verbal) de acordo com as necessidades momentâneas.

 

Por isso, mantenha sempre a conexão visual. O fato de olhar nos olhos da pessoa com quem você está conversando indica que está atento a ela, às suas reações e colocações. Outra dica é falar pausadamente, principalmente quando você faz alguma reflexão. Alguns segundos bastam para que seu público processe o que foi dito. E isso costuma ser interpretado como um gesto respeitoso por quem ouve.

 

Tome cuidado, também, com a expressão facial. Por mais tensa que seja a negociação, manter a sisudez pode demonstrar que não estamos muito a fim de chegar a um acordo. Sem falar que a simpatia sempre é uma boa forma de desarmar comportamentos hostis.

 

Mas não exagere: sorrir em excesso ou rir fora de hora pode parecer inadequado para a ocasião. Para conhecer mais dicas sobre controle emocional, não deixe de ler este artigo.

 

Lembre-se de que o momento é decisivo.

Por isso, exige preparação, acima de tudo. É assim que você adquire segurança para conduzir a negociação em direção ao objetivo estabelecido.

 

E caso precise de uma força extra para mandar bem, pode contar com a gente. Clique aqui para conhecer os nossos treinamentos ou mande um e-mail para contato@soap.com.br. Nós teremos prazer em te ajudar.