BLOG MOMENTOS DECISIVOS


Boletim ATD 2018 – Tipos de vídeos para melhorar os treinamentos da sua organização

SOAP Comunicação Corporativa
681 views

Que os vídeos já estão incorporados em nossa rotina ninguém pode duvidar. Você mesmo, muito provavelmente, já assistiu algum vídeo hoje, seja para se informar, para se divertir ou ainda pra aprender algo novo.

Já que o vídeo é uma ferramenta tão poderosa, por que não utilizá-lo como parte fundamental na comunicação interna de sua empresa?

Para Matthew Pierce, embaixador de aprendizagem via vídeo e palestrante no quarto dia do ATD, vídeos são ferramentas poderosas na estratégia de comunicação de uma marca.

Em sua palestra, Matthew compartilhou importantes insights para a utilização de vídeos em diversas situações no cotidiano de nossas organizações. Abaixo listamos as principais e como elas podem auxiliá-lo no dia-a-dia:

 

1 – Utilizando vídeos para treinamento interno

Uma das maiores dificuldades durante o treinamento de uma equipe é lidar com os diferentes níveis de conhecimento do time. Matthew recomenda a utilização dos conceitos de microlearning para que o treinamento seja mais efetivo, com a segmentação da audiência e entrega apenas do que é relevante para cada grupo. Apesar de ser necessário o emprego de maior esforço, o impacto e aderência deste tipo de estratégia é maior.

 

2 – Utilizando vídeos para suporte técnico

Precisa mudar a senha do e-mail? Ligar para um ramal diferente? Agendar uma sala de reunião? Todos estes processos podem estar disponíveis, via vídeo, para sua equipe. Por meio do vídeo a retenção de informação é ainda mais precisa. Matthews recomenda ainda que estes vídeos sempre tenham áudio e não apenas telas de demonstração, deixando assim a comunicação ainda mais poderosa.

 

3 – Utilizando vídeos para webinar

O webinar é um formato que, cada vez mais, tem ganhado adeptos pela sua praticidade e interatividade. A grande dificuldade, muitas vezes, é lidar com limitações tecnológicas e pessoais que atrapalham o aproveitamento pleno do momento. Para Matthews, uma boa estratégia é que o webinar seja gravado e transmitido ao vivo e, ao final, o especialista coloque-se a disposição para responder as questões da audiência, minimizando assim os impactos causados pelas limitações da transmissão.

 

4 – Utilizando vídeos para transmitir informações

Vídeo que transmitem informações, muitas vezes, correm o risco de serem monótonos e desinteressantes, uma vez que normalmente o formato adotado é o de alguém falando para uma câmera. A sugestão recomendada é que estes vídeos sejam feitos como um painel onde uma equipe discute sobre aquele tema, debatendo-o e fazendo com que o expectador se sinta parte dele.

 

5 – Utilizando vídeos para integração

A integração é a primeira chance de fazer o colaborador apaixonar-se pela empresa, por isso, quanto mais se mostra da cultura e do jeito da empresa, melhor! Muitas vezes, o novo colaborador é bombardeado com informações, porém, coisas simples como dresscode ou a localização do banheiro, ficam de fora. A recomendação é que essas perguntas sejam respondidas em um vídeo de integração que tenha “o estilo da empresa”, ampliando assim a percepção do colaborador sobre o ambiente em que ele está inserido.

 

6 – Utilizando vídeos para apresentar a equipe

Uma das grandes falhas do processo de integração é que, muitas vezes, focamos em processos e nos esquecemos das pessoas. Uma boa alternativa é utilizar vídeos para apresentar a equipe e mostrar que o colaborador está entrando em um ciclo humano. Mostrar hábitos pessoais como preferência musical ou programa de TV favorito, ajuda a gerar identificação e humanizar as relações.

 

7 – Utilizando vídeos para dar feedback

Nada substitui um feedback ao vivo, com olho no olho e estímulos em tempo real. Porém, quando está opção não é possível, a melhor forma de dar um feedback é por meio do vídeo. Diferente do e-mail que não capta emoção e pode soar frio, o vídeo é capaz de captar o verbal e não verbal, auxiliando na leitura de emoções e aderência da mensagem.

 

8 – Utilizando vídeos para reter conhecimento antes que ele vá embora

Conhecimento é um dos mais importantes ativos de nossas organizações. Mas o que fazer quando um colaborador está prestes a se aposentar, ou, afastar-se para um período de licença maternidade? O vídeo é uma importante ferramenta para retenção de conhecimento, fonte de consulta e perpetuação do conhecimento.

 

9 – Utilizando vídeos para relembrar

Vídeos podem ser usados como estratégias para relembrar de coisas importantes como, por exemplo, uma reunião com um parceiro ou ainda a festa da empresa.

 

10 – Utilizando vídeos para relatar problemas

Comunicação e gestão transparentes são o segredo por trás do sucesso de muitas empresas. Sabemos que diariamente enfrentamos desafios que, quando não solucionados, podem gerar desgaste no processo de comunicação com os colaboradores. Segundo Matthews, uma boa forma de minimizar esse stress é divulgando vídeos sobre o status de cada demanda. Por exemplo, se determinado equipamento parou de funcionar, é possível fazer um vídeo contando sobre o status do conserto e até mesmo reforçar as regras de utilização pela equipe.

 

Criar e produzir esse tipo de conteúdo demanda tempo e planejamento. A tendencia é de que ele seja cada vez mais utilizado, tanto por conta dos benefícios listados acima, quanto pela facilidade de disseminação.