Loading

BLOG MOMENTOS DECISIVOS


5 exemplos de introdução que vão deixar seu público com vontade de ler até o final

SOAP Comunicação Corporativa
11.254 views

Com a tendência de marketing de conteúdo em alta, o Blog, poderosa ferramenta de comunicação, tem ganhado destaque pela eficiência em passar conhecimento e educar sobre determinados assuntos.

Para ajudar você na construção e sucesso dos posts, trouxemos uma pessoa que sabe o que está falando quando se trata de Blog, o Henrique Carvalho criador do Viver de Blog!

Confira algumas dicas dele que te ajudarão na construção da introdução dos seus próximos posts.

 

Você precisa entender uma coisa se quiser ter sucesso com seus textos na internet.

As pessoas não leem mas apenas passam os olhos pelo conteúdo em busca de algo que chame sua atenção.

 

Mas tem outra coisa ainda mais importante que não posso deixar de falar:

Você precisa dar uma atenção maior às portas de entrada do leitor no seu texto: o título e a introdução.

 

O título, como muitos já sabem, é o primeiro contato que a audiência tem com o que você escreveu.

E se ele não for atraente e não gerar o clique significa que você talvez nem devesse ter perdido seu tempo escrevendo todas aquelas 5 mil palavras que não serão lidas.

Mas vamos supor que essa primeira barreira tenha sido derrubada com sucesso por muitos porque você já reconhece a importância do assunto e colocou esforço nesta parte.

E é nesse ponto que chegamos à segunda porta de entrada do leitor: a introdução.

 

Frequentemente ignorada, a introdução será o gás inicial que o seu leitor precisará para decidir se deve ou não chegar até o final de seu texto.

É ali que ele será fisgado ou sairá de sua página sem nem pensar, caso aquele assunto (apesar do ótimo título) não ser algo que lhe agrade.

Para facilitar a vida dos escritores/redatores com o intuito de fazer com que cada vez mais seus textos sejam completamente lidos, selecionei 5 modelos de introdução que funcionam e que podem inspirar suas produções.

Vamos lá?

 

Exemplo de introdução #1: faça perguntas

Artigo com esse exemplo de introdução no Viver de Blog:

» 19 brilhantes dicas sobre como escrever bem e melhor (você não pode ignorar a #17)

Como é a introdução desse artigo:

” Você já sentiu isso?

Aquele frio na barriga e o coração batendo mais forte?

Você não sabe o que, mas alguma coisa está dizendo que dessa vez será diferente. Não serão apenas palavras de mudanças, mas verdadeiros atos corajosos para embarcar de vez em uma nova jornada. Uma jornada que você sempre sonhou e desejou percorrer.

Você sente as ideias fluírem dentro de você. Você está confiante. Você sabe que o seu trabalho é tornar essas ideias livres, soltas e que existe um mundo desesperado por esse tipo de informação.

Mas você está com medo.

Você tem medo de largar o seu emprego e viver sem uma fonte constante de renda. Você tem medo dos olhares críticos e desconfiados dos seus familiares e amigos, quando eles ouvirem que a internet é agora o seu lugar de trabalho. Você tem medo de passar fome, de não ter como pagar suas contas e saber que seus familiares não poderão contar com você.”

Por que essa é uma boa introdução?

Esse é provavelmente o exemplo de introdução mais fácil e efetivo que você pode abordar no seu texto.

Começar com uma pergunta é entrar na mente das pessoas, escrevendo exatamente o que elas estão pensando sobre o tema do seu artigo.

As perguntas quando vagas e carregadas de sentimentos possuem uma função poderosa: a criação de loops.

Loops são portas de curiosidade que você abre na mente do seu leitor para fechá-las somente no decorrer do seu texto.

Quando você lê uma pergunta, mesmo que vaga, do tipo “você já sentiu isso?” automaticamente seu pensamento não consegue ignorar o fato de que existe uma informação incompleta e que precisa ser resolvida.

Exemplo de introdução #2: crie um mistério

Artigo com esse exemplo de introdução no BuzzFeed:

»Um homem passou anos criando um jardim para que sua esposa cega pudesse sentir o cheiro das flores

Como é a introdução desse artigo:

“Após 30 anos de casamento, a Sra. Kuroki subitamente perdeu sua visão após ter complicações decorrentes da diabetes.

Deprimida, a Sra. Kuroki se isolou do mundo. Seu marido queria lhe dar algo para que ela pudesse usufruir, e ele encontrou a resposta quando viu pessoas admirando suas flores de rosa de musgo.”

 

Somos naturalmente curiosos.

Por exemplo, porque você acha que a indústria cinematográfica investe tanto na divulgação de teasers e traillers dos seus filmes?

Oras, simplesmente para aguçar sua curiosidade.

E se a história for interessante que você espere ansiosamente pela estréia do filme

Este é o gatilho da antecipação, sem dúvida um gatilho muito poderoso, pois mexe com as nossas expectativas em relação ao futuro.

Por isso, a estratégia de criar um mistério, algo que está por vir, ainda na introdução, pode ser o gancho ideal para fisgar o leitor.

Se a curiosidade dele a respeito daquela história for grande, ele certamente não irá interromper a leitura.

Ofereça uma promessa logo no início e obviamente entregue aquilo que prometeu no decorrer do desenvolvimento.

Por que essa é uma boa introdução?

Este exemplo de introdução começa com um acontecimento triste, a perda de visão da Sra. Kubori e conta rapidamente como ela se sentiu em relação ao problema com a intenção de cativar o leitor.

Logo em seguida o marido é introduzido como sendo aquele que descobre a solução para o problema de sua esposa.

Como essa história acabará? Conseguirá essa senhora com a ajuda do marido voltar a ser feliz? Se sim, qual a solução que ele encontrou?

Todas essas questões são respondidas ao longo do texto, mas o leitor já foi atraído pelo mistério logo de cara, não interrompendo a leitura.

Exemplo de introdução #3: citações

Artigo com esse exemplo de introdução no Viver de Blog:

» 101 Frases Inspiradoras para Abrir sua Mente e Melhorar seu Dia

Como é a introdução desse artigo:

“Words have the power to both destroy and heal. When words are both true and kind, they can change our world. – Buddha

As palavras tem o poder de curar ou destruir. Quando as palavras são verdadeiras e generosas, elas podem mudar nosso mundo.”

Por que essa é uma boa introdução?

As citações resumem grandes conceitos em pequenas, mas poderosas palavras.

Transferem autoridade do autor(a) da citação.

No caso, a frase de Buddha reforça como as palavras podem curar ou destruir.

O artigo trata de frases inspiracionais e, portanto, uma citação seria a introdução perfeita.

Quando estiver na dúvida sobre como começar uma introdução ou tiver uma ideia complexa para descrever, apoie-se nas citações.

Uma citação correta colocará você em um nível de autoridade e admiração mais profundo com seu leitor.

Exemplo de introdução #4: problemas

Artigo com esse exemplo de introdução no Viver de Blog:

» A verdade que ninguém nunca contou a você sobre ganhar dinheiro online

 

Como é a introdução desse artigo:

“Ganhar Dinheiro Online é um sonho de muitos para poucos.

Promessas de ganhar dinheiro fácil são vendidas como mate gelado em feriado de sol na praia de Copacabana.

Esses falsos gurus colocam histórias de como ganham mais de R$ 20.000 por mês e mostram recibos, imagens e cheques do dinheiro recebido.

Até esse ponto, é até possível acreditar, mas o problema aparece quando eles escrevem “ganhar dinheiro online é fácil. Qualquer um pode conseguir com pouco esforço. Saiba como ganhar dinheiro na internet dormindo.”

Se você também já está de saco cheio dessas ilusões, esse artigo irá mostrar exatamente o que você precisa saber:

A verdade. Nua e crua.”

Por que essa é uma boa introdução?

A maioria das pessoas está na internet para resolver um problema específico.

• “Como escrever bem?”
• “Como escrever um artigo?”
• “Como fazer uma introdução?”

Reconhece essa última? E é até provável que você tenha chegado nesse artigo para solucionar esse problema.

Somos fascinados pelo desconhecido. Adoramos solucionar problemas. É nosso instinto de sobrevivência e progresso.

Portanto, ao começar uma introdução apresentando um problema, você logo se conecta com seu leitor.

Você transparece para ele que entende o problema dele e está ali para oferecer uma solução baseada em tudo o que você aprendeu.

Exemplo de introdução #5: envolva o leitor em uma história e instigue suas emoções

Artigo com esse exemplo de introdução na Revista Superinteressante:

»Como silenciamos o estupro

 

Como é a introdução desse artigo:

Veja o que acontece nessa introdução de uma postagem da Superinteressante para promover uma das edições da revista:

“Luci era uma donzela de 13 anos que, no século X, vivia em um importante vilarejo com seus pais. Certo dia de verão, ela saiu para ir à feira com uma amiga quando sentiu uma vontade enorme de ir ao banheiro.

Sem ter aonde ir, entrou no primeiro casebre do caminho e resolveu fazer xixi por lá mesmo. Foi quando um homem de 35 anos a encontrou e decidiu que a tomaria à força.”

Simplesmente impossível não querer saber como termina essa história, não?

Os seres humanos aprenderam a passar conhecimento adiante contando histórias, usando a técnica que hoje conhecemos por Storytelling.

Uma boa história funciona para prender atenção porque faz uma conexão emocional.

As pessoas que possuem visões de mundo semelhantes, acreditam em histórias parecidas porque conseguem se colocar no lugar de quem viveu aquilo.

O pensamento é: poderia ser a minha história…

 

Por que essa é uma boa introdução?

O autor nos apresenta a personagem, Luci, em uma situação absolutamente corriqueira, que poderia acontecer a qualquer um.

E logo depois já introduz uma mudança na trama e coloca a personagem em uma situação de perigo.

Como não se envolver?

Outra emoção brilhantemente trabalhada em tão poucas linhas é a raiva, gerada pela possibilidade de concretização de um crime hediondo: o estupro.

Este é o tipo de artigo que deixa as pessoas revoltadas, fazendo-as agir ferozmente para obterem justiça.

E a introdução já mostra claramente ao leitor o que está por vir mas sem contar o final.

Gosto de citar exemplos para que você entenda melhor, na prática, como funcionam algumas boas regras para construçãode introduções que não falham.

Além disso, os exemplos ajudam na tarefa de simplificar um assunto tão complexo e importante quanto introduções de textos.

Mas lembre-se estes são apenas exemplos, que não devem ser copiados totalmente.

Use-os como base para sua própria criação, que é o que seu leitor deseja ler.

E se você quiser conhecer melhor esses e outros exemplos de introduções poderosas, acesse o artigo completo
8 exemplos de introdução impossíveis de serem ignoradas (elas vão mudar para sempre sua forma de escrever)

 

Espero que este artigo seja útil em sua jornada rumo à produção de conteúdos memoráveis.

Forte Abraço!

Henrique Carvalho